quarta-feira, 30 de novembro de 2016








Obra concebida durante a exposição Reforma E Reinvenção que fez parte do projeto Sala do Diretor, uma série de exposições que aconteceram no Museu de Arte Moderna da Bahia no ano de 2013.

Sem título
Técnica: Aquarela s/papel
Ano: 2013
Dimensões: 50x70cm








DO ALTAR DAS DELICIAS
Obra que fez parte da exposição O Abraço Só, realizada no Cine Teatro Solar Boa Vista, sob a curadoria de Priscila Lolata. A mostra aconteceu como uma das atividades do Festival MINAVU. Na ocasião a técnica empregada foi o lambe-lambe.


Título: Do Altar das Delicias
Técnica: aquarela s/ papel
Ano: 2016
Dimensões: 50x70cm

segunda-feira, 9 de fevereiro de 2015












UMA IDEIA DE MÃE-D'ÁGUA
Obra realizada para a edição do dia 02 de fevereiro de 2015 da reavista MUITO em homenagem a Yemanjá.

Título:"minha"
Técnica: aquarela s/ papel
Ano: 2015
Foto: Fernando Vivas



















Da série Se For Vontade
Em 2014 a obra fez parte da III BIENAL DA BAHIA - É TUDO NORDESTE?
Espaço: Mosteiro de São Bento, Salvador-BA.

Técnica: aquarela sobre papel
Ano:2012




















Da série SE FOR VONTADE

Técnica: aquarela sobre papel
Ano:2011





















TRIANGULAÇÕES - CIRCUITO DAS ARTES 2013
A obra integrou a mostra coletiva realizada em Brasilia, Recife e Salvador. 
Brasília: Museu Nacional do Conjunto Cultural da República.
Recife: Museu de Arte Moderna Aloísio Magalhães – MAMAM.
Salvador: Museu Carlos Costa Pinto e Galeria Paulo Darzé.

Título: Uma cena, um afeto predominante.
Técnica: aquarela s/ papel.
Ano: 2013


























SE FOR VONTADE
Exposição individual realizada na Galeria RV, Salvador-BA.

Título: Se For Vontade
Técnica: Aquarela sobre papel
Ano:2010











Ocorreu um erro neste gadget

Quem sou eu

Minha foto
Graduada em Artes Visuais pela Escola de Belas Artes da UFBA, Ana Verana tem como base de suas criações uma investigação a respeito da vasão do irracional através da sexualidade, oferecendo em suas aquarelas um passeio pelo universo da fantasia alheia. A artista participa de exposições desde 2007. Em 2008 recebeu Menção Especial nos Salões Regionais de Artes Visuais da Bahia. Em 2009 foi premiada. Realizou sua primeira exposição indivíduo em 2010 na Galeria RV. Participou de diversas exposições coletivas como Afetos Roubados no Tempo (Caixa Cultural de Salvador), Novas Expressões da Gravura (Galeria ICBA-Salvador), Salões Baianos (Galeria Solar Ferrão), Circuito das Artes (Galeria ACBEU, ICBA, Aliança Francesa, Cãnizares), Nunca Tenho Piedade na Primavera (Galeria ACBEU), Resíduo (Galeria do Conselho), La Comedia Humana (Galeria Casatinta, Bogotá-CO), 6.764,257 quilômetros (Galeria ó, Porto-PT!), Reforma e Reinvenção (MAM-BA), Circuito das Artes Triangulações - Brasília, Recife e Salvador, Como Mudar o Mundo (Galeria Luiz Fernando Landeiro), III Bienal da Bahia - É Tudo Nordeste? ( Mosteiro de São Bento).

Pesquisar este blog